sábado, agosto 16, 2008

PARQUE DE CAMPISMO DO VIDOEIRO.

Palónia, árvore nesta fotografia, existem só dois exemplares em todo o Parque Natural Peneda do Gerês, esta fica do lado direito à entrada do PARQUE DE CAMPISMO DO VIDOEIRO.

PARQUE DE CAMPISMO DO VIDOEIRO.

Palónia, árvore nesta fotografia, existem só dois exemplares em todo o Parque Natural Peneda do Gerês, esta fica do lado direito à entrada do PARQUE DE CAMPISMO DO VIDOEIRO.

quarta-feira, agosto 13, 2008

Espigueiros e Eira Comunitária do Soajo - Parque Nacional Peneda do Gerês.


Espigueiros e Eira Comunitária do Soajo - Parque Nacional Peneda do Gerês.


Central Eléctrica do Lindoso.



Central Eléctrica do Lindoso.



Garrano...Lindo...


Garrano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Garrano é uma raça de cavalo nativa do Norte de Portugal, utilizada desde há muitos séculos como animal de carga e trabalho. Devido ao seu tamanho é considerado um Pónei. Habita actualmente em estado semi-selvagem nas zonas da serra do Geres e da serra da Cabreira, tendo em tempos habitado o Minho e Trás-os-Montes donde é oriundo. É uma espécie protegida devido ao risco de extinção a que esteve sujeito até há pouco tempo. Hoje o "Garrano" encontra-se não apenas no meio selvagem mas também na posse de alguns criadores particulares, que actualmente já vem a aumentar o seu numero devido 'as caracteristicas do cavalo (dócil para com as crianças, inteligente, trabalhador, de fácil treino..). A sua cor é castanho, as suas crinas e rabada de cor preta, e não ultrapassa 1,35m Além de animal de tiro também tem aptidão para sela. Esta espécie de cavalo é ainda hoje utilizada num tipo de corrida de cavalos muito peculiar e muito popular em Trás-os Montes e Minho. Trata-se da corrida em passo travado, ou somente travado e que consiste em o cavalo deslocar-se com os dois membros do mesmo lado ao mesmo tempo, que não é de todo a forma de qualquer animal quadrúpede se deslocar. O Garrano aqui demonstra uma aptidão fora do vulgar para a aprendizagem e execução deste tipo de andamento.

O Interior de Portugal.